Marketing 4.0: O futuro do marketing é digital!

Jornal Jr

Entenda as transformações que ocorreram no marketing e como se adaptar a elas

Marketing 4.0 é um conceito cunhado pelo professor universitário e “pai do marketing moderno” Philip Kotler. Em 2010 ele definiu o que é marketing 3.0 e, seis anos após, com o livro Marketing 4.0: Do tradicional ao digital conceituou mais um passo dado na área da gestão administrativa e do marketing. O livro escrito em parceria com Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan contextualiza como as transformações em uma sociedade extremamente conectada e inter-relacionada pela internet afetou a forma de se fazer marketing.

Capa do livro "Marketing 4.0: Do tradicional ao digital" de Philip Kotler, Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan.
Reprodução: Amazon

Quais são os “períodos” do marketing?

Antes de tudo, para um melhor entendimento, é preciso contextualizar como foram as “eras” vividas pelo marketing. Todas definidas e conceituadas por Kotler:

Marketing 1.0 (Marketing de função): Corresponde ao período do “fordismo”, onde a produção era o fator central devido à pouca concorrência. O importante era sempre produzir o máximo possível. Pouco importava o consumidor.

Marketing 2.0 (Marketing emocional): Surgiu na Era da Informação, com a invenção da TV. Há um aumento na concorrência e, consequentemente, o consumidor passa a ser mais exigente. Dessa forma, a preocupação passa a ser a construção de uma marca e a relação com o consumidor. Satisfazer o público-alvo era o principal.

Marketing 3.0 (Marketing empático): Na virada para o século XXI, as marcas param de enxergar os consumidores apenas como números. Há uma humanização tanto da empresa quanto dos compradores. Agora o importante é se aproximar de seu público-alvo através dos seus valores e propósitos. Afinal, são seres humanos com suas próprias complexidades e concepções.

Marketing 4.0: Período atual em que vivemos, onde a internet domina as relações. Essa transformação vem não para acabar com o marketing 3.0, mas para aprofundá-lo.

A tecnologia assume o papel central, mas as relações com o ser humano ainda são muito valorizadas e importantes. Visto que a quantidade de informações recebidas pelas pessoas é gigante, a importância com a identificação é ainda maior.

Notebook em cima de uma mesa com a representação de uma imagem sobre marketing no monitor.
Reprodução: Pexels

Conceitos de Marketing 4.0

Ficou claro nos parágrafos acima que tal termo corresponde a época em que vivemos. Período em que a internet permeia todas as relações e serviços. Essa conectividade causa grandes transformações na sociedade. Três mudanças são conceituadas no livro de Kotler:

Inclusão: Indo na contramão de antigamente, a exclusividade não é mais importante. Agora a integração cultural, étnica e racial é essencial.

Horizontalidade: Os negócios e os consumidores estão lado-a-lado. Acabando com a hierarquia que existia entre o produtor e o consumidor.

Social: O individualismo é deixado de lado e as concepções sociais tomam lugar. Reconhecimento social é um dos fatores com que os consumidores passam a se preocupar.

A forma de interação das marcas com os consumidores sofreu uma enorme transformação. A todo momento os indivíduos são bombardeados com produtos, serviços e informações. Aí está a importância do aprofundamento do marketing 3.0. Em meio ao mar de negócios, é preciso se destacar atraindo identificação por conta de valores e humanização.

Reprodução: Pexels

Confira algumas dicas para que seu empreendimento se adapte aos tempos atuais

Construa uma persona

Persona consiste, basicamente, em criar uma personagem fictícia que represente o consumidor ideal de seus produtos. Isso humaniza sua marca, coloca o cliente como papel central e estabelece relações de identificação e proximidade com o mesmo. Dessa forma, alcança-se a mencionada horizontalidade.

Produza marketing de conteúdo

Atrair a atenção das pessoas no meio digital está cada vez mais difícil. Para isso existe o marketing de conteúdo! Produzindo informações relevantes é possível conquistar não só a atenção do público como a confiança.

Incentive os defensores da marca

O marketing de defensores é, a grosso modo, indentificar e usar ao seu benefício consumidores que são apaixonados pelo seu empreendimento. Um cliente defensor é aquele que se identifica e confia na marca.


A Jornal Jr. já se adaptou a realidade do marketing 4.0. E você? Está com dificuldades? Entre em contato conosco e consulte os outros conteúdos de nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *